Naclara/ agosto 3, 2018/ Sem categoria/ 0 comments

Ser uma bunda melhor, ou seja, aquela blocker que fica encostada com a bundinha na jammer dentro da wall, é uma das funções básicas do derby e que devemos procurar aperfeiçoar. Neste post traduzido do blog da Prime, original em inglês, ela fala mais da importância de ser essa bunda para sua equipe.

CONSTRUA SUA BASE | Seja uma bunda melhor

 

Quando eu escrevi o artigo “Seja um brace melhor” , me ocorreu que a maior parte dos problemas que surgem para o brace são porque ele:

  1. Não confia em suas bundas.
  2. Suas bundas não estão fazendo seus trabalhos.
  3. Uma combinação entre 1 & 2. (É um ciclo vicioso, na verdade)

Então aqui está o lance com as bundas:

Parem de estressar seus braces. Se você fizer o SEU trabalho, eles vão estar mais aptos a focar no trabalho deles. Toda a wall ganha.

E a jammer oposta perde. #sintomuitonãosintomuito

Você deve estar se perguntando o que exatamente a bunda deve fazer na wall então. Quero dizer, uma bunda é uma bunda, certo?

Não exatamente.

Eu já castiguei o brace por tentar parar a jammer quando este não é realmente seu trabalho, então a regra é a seguinte:

A bunda pára a jammer. Ponto.

Há 3 coisas primárias que a bunda deve fazer para parar a jammer para que o seu brace tenha o tempo e a abrangência mental para ajudá-las melhor.

Em ordem de importância tática:

1. Encontre o contato.

Jogar derby é totalmente sobre espaço.

Qualquer espaço que você cede para o time adversário pode conceder vantagem a eles, então você quer manter seu espaço de qualquer forma.

A primeira chance para uma jammer te forçar a ceder espaço é com seu hit inicial na wall. Esse “hit” em um dos dois jeitos:

  • Um hit físico de verdade que tenta te empurrar para frente ou te fazer sair da sua posição de bloqueio.
  • Um drible (juke) que te faz se comprometer com um espaço que a jammer não precisa (ou quer) para que você possa dar a ela o espaço que ela quer e precisa.

Como uma bunda, seu trabalho é encontrar o hit quando ele vem mais do que antecipar onde ele vai vir.

Se você está olhando para uma jammer que geralmente arrasa a wall, atravessando-a, você quer encontrar força com força, abaixando-se no espaço neutro atrás de você quando a jammer vem pra você.

Jammers ágeis que driblam (“jukam”) podem ser mais maliciosas que é onde o resto do seu trabalho de bunda entra.

 

2. Guarde SUA faixa.

Se o brace é incapaz de fazer seu trabalho como resultado de não confiar em suas bundas, geralmente uma bunda não ser capaz de fazer seu trabalho TAMBÉM é resultado de não confiar nas outras bundas.

CONFIE NAS SUAS BUNDAS.

Com o que isso se parece durante um jogo?

Pare de invadir as faixas e os espaços que não são seus (a não ser que ele pertença a uma patinador(a) adversário(a). Então invada mesmo).

A faixa à qual você foi designada(o) provavelmente depende um pouco de suas forças e fraquezas, a forma como as faixas são definidas pelo seu time e como as estratégias das suas walls se ajustam com o decorrer do jogo.

Mas a sua faixa é a sua faixa.

Você fica lá e a protege com sua vida. E você confia nas outras bundas para ficarem em suas faixas e guardá-las com suas vidas.

#sejaGandalf

3. Faça o bendito plow.

Eu costumava patinar com alguém que frequentemente dizia “Se você está simplesmente ficando na frente da jammer, você não está realmente bloqueando ela“.

E é verdade. Especialmente no jogo atual. Qualquer jammer pode facilmente empurrar uma blocker ineficaz para fora da zona de interação (engagement zone) sem gastar muita energia.

O nome do jogo aqui é FAÇA COM QUE ELAS GASTEM ENERGIA.

Faça-as empurrá-la sem sucesso. Faça-as jukar de um lado para o outro sem sucesso. Faça-as trabalharem.

Parar de verdade contra a força feita pela jammer é o melhor jeito de fazer isso. Walls lentas tiram da jammer duas coisas que ela mais precisa para ser efetiva:

  • velocidade
  • espaço

Se você quer dar a liberdade para o brace se mover na frente da jammer (dando para você, assim, uma comunicação não-verbal de onde ela está), então você tem que confiar primeiramente no seu poder de parar.

Jogue esse quadril e cave o chão com seus patins.

Bundas são os guarda-costas das walls.

Proteja o espaço de qualquer vazamento inicial. Mantenha os olhos no seu quadrante. Confie no resto do seu time. Desacelere qualquer ato de agressão.

E jogue o seu corpo da frente das (jammers) balas.

 

Share

About Naclara

Naclara joga roller derby desde 2012 e atualmente é diretora de Treinamento e atleta nas Sugar Loathe do Rio de Janeiro. Desde 2015 é atleta da Seleção Brasileira de Roller Derby, tendo jogado na Copa do Mundo de 2018.

Leave a Comment